Sê feliz: 7 dicas simples para gerir e reduzir os teus níveis de stresse

01-06-2020

Atualizado em 15/03/2021

Não precisas de açúcar para resolveres esta questão

Tenho recebido muitas mensagens de pessoas stressadas devido ao tempo de confinamento. Nada mais natural, pois de um dia para o outro, todos nós ficamos reféns de um vírus. Uma das questões mais recorrentes é justamente o facto do ganho de peso nesta fase. Isso ocorre porque os níveis de cortisol (a hormona do stresse) sobem demasiadamente. Sabes que ajuda a equilibrar o cortisol? A endorfina, a hormona do bem-estar.

Bem, mas o que essa conversa de hormonas tem a ver com o facto de engordarmos? Pois, bem... A forma mais rápida de liberarmos endorfina é comermos açúcar, seja na forma de chocolate ao leite, bolachas, bolos, gelados, etc. Aqui a matemática funciona bem:

Além do confinamento gerado pela pandemia, o stresse faz parte da vida nas grandes cidades e, não importa quão forte possamos dizer que somos - estamos todos expostos ao stresse. Entretando, não precisamos ser infetados por ele.

Um problema furtivo pode entrar na tua vida e colocar tudo de pernas para o ar, prejudicando a tua saúde, o teu estilo de vida, os teus relacionamentos e a tua carreira.

Houve um tempo em que eu estava presa num estilo de vida agitado, com uma péssima alimentação e sem fazer exercícios físicos, e isso realmente começou a afetar-me. O resultado: paralisia facial, obesidade e hipertensão, entre outras coisas. Situações que não desejo a ninguém! Após bater no fundo do meu poço, descobri que o poder para virar a chave estava em mim, com isso decidi por fazer algumas mudanças radicais.

Nada mais de buscar endorfina nos doces, agora encontrei outras maneiras mais saudáveis e sustentáveis. São elas que vou partilhar nesse artigo.

Mudanças que ajudaram-me a superar o estresse

Eu passei a dormir 8 horas diárias. Comecei a exercitar-me mais e a comer de forma mais saudável. Não consumo alimentos processados, açúcares e tripliquei o consumo de frutas vegetais.

Existem várias outras maneiras de reduzir o stresse e melhorar o teu estado mental. Vamos a isso!

1. Organiza o teu espaço e a tua agenda

A desorganização e falta de tempo geralmente leva ao estresse. Organizar pode produzir uma sensação de conforto ao saber o quê vai acontecer, que, por sua vez, reduz o stresse.

Trabalhar ou viver numa área desarrumada pode adicionar um stresse desnecessário ao teu dia. Guarde documentos e coisas que não precisas de imediato. Mantenhas na tua secretária como um espaço apenas para trabalho, não para o stresse.

2. Aceita o que não podes mudar

Este é um exercício mental. Não fica presa no passado. Aceita o que não podes mudar, muda o que faz-te mal e concentra-te no presente.

Termina cada dia e deixa ir. Fizeste o que podias. Alguns erros e, talvez absurdos, sem dúvida, surgiram; esqueça-os assim que puder. Veja os motivos dos erros e perdoa-te! Amanhã é um novo dia. Deves começar serenamente e com boa disposição, sem o peso do que já não pode ser modificado.

3. Torna o exercício físico o teu melhor companheiro

Eu não acreditava, mas, comprovei que o exercício é um excelente produtor de endorfina! Corra, dança, levanta peso, caminha... Faça o que te apetece, mas mexa-te! Depois que iniciares não vais querer outra forma de estar! Seja no início da manhã, ou na saída do trabalho, o que for melhor para a tua agenda (lembra-te que deves ter a tua agenda organizada!).

O stresse foi o principal motivo da minha paralisia facial e da minha obesidade. Desde que decidi exercitar-me vi uma mudança significativa no meu estado físico e mental. Tanto que continuo a emagrecer, mesmo nesta fase de confinamento.

4. Aprecia os aspetos positivos da tua vida.

Muda a tua atitude para pensares em todas as coisas pelas quais deves agradecer, ao invés de lamentares por todas as coisas que desejas ou perdestes.

Parece clichê, mas focar os teus pensamentos em aspetos positivos da tua vida é muito bom para a tua saúde física, emocional e mental.

Uma dica poderosa: cria um «pote da gratidão» e alimenta-o ao fim de cada dia com os cinco principais motivos pelos quais és grata naquele dia.

5. Fala com alguém

Distanciamento social não pode significar isolamento social! Conversa com os teus melhores amigos, pois eles te podem ajudar em muitas situações sobre como superar um determinado problema. Mesmo, às vezes, apenas estar a conversar com alguém muito próximo pode ser um bom "medicamento" para o stresse.

Não tenha receio em entrar em contacto com as pessoas - procura aconselhamento profissional, se necessário.

Expressa os teus sentimentos, não os reprima, e muito menos, não os coma!

6. Respira fundo.

O stresse aumenta os batimentos cardíacos e a tensão arterial, o que pode levar a sérios problemas de saúde, mais cedo ou mais tarde.

É incrível o que 3-5 respirações profundas podem fazer por ti! Faça o teste, vá em frente e tenta agora mesmo! Inspira profundamente e expira. Repita esse movimento cinco vezes.

A respiração profunda libera oxigénio para o cérebro, permitindo que penses com mais clareza e te acalmes.

Se sentires dificuldade em fazer sozinha no início, tem um vídeo bem curtinho no YouTube que ajuda bastante. Para acessá-lo basa clicar na imagem abaixo:

7. Aprenda a dizer "não"

Não sei quanto a ti, mas eu tinha uma profunda dificuldade em dizer "não". Frases como «Vou dar um jeito.», «Fica tranquilo/a, que eu resolvo.» «Estou cansada, mas vou resolver.» fizeram parte do meu repertório por anos a fio!

Uma causa comum de estresse é ter muito a fazer e muito pouco tempo para fazê-lo. Entretanto, mesmo nessa situação, muitas pessoas ainda concordam em assumir responsabilidades adicionais, gerando mais e mais stresse. Aprender a dizer "não" as solicitações adicionais ou sem importância ajudar-te-á a reduzir o teu nível de stresse.

Pode sentir-te pouco confortável em responder a uma solicitação com um "não" direto, pelo menos no começo. Uma dica é responderes com frases gentis:

"Sinto imenso, mas não posso comprometer-me com isso, já que tenho outras prioridades de momento."

"Agora não é um bom momento, pois estou no meio de algo. Podemos ver em outra ocasião?"

"Eu adoraria fazer isso, mas agora não me é possível."

Com o tempo, vais conseguir dizer não com mais facilidade. Por agora, inicia o treino e liberta-te de pesos que não são teus!

Viste que, afinal, pode não ser assim tão difícil gerir e reduzir os teus níveis de stresse. Com uma boa organização da tua agenda, com gratidão pelo que tens e perceberes até onde vai o teu controlo; com exercícios físicos e respiratórios, contacto com os amigos e a aprenderes a dizer não, vais conseguir uma boa gestão do teu tempo e vais cuidar melhor de ti. Dessa forma, já não será mais necessário comer aquela barra de chocolate para acalmar-te, o teu corpo terá sempre a endorfina necessária à tua saúde e bem-estar.

------

Obrigada por teres chegado até aqui. O teu comentário é muito importante para que eu possa melhorar os conteúdos apresentados.

A divulgação das publicações ajuda o blog a crescer. Se julgares que este conteúdo será útil a alguém, partilhe. Vamos formar uma corrente do bem.

---

Já conheces o "projeto 1 em 3"? Todas as quartas-feiras responderei a uma questão sobre emagrecimento em três minutos. Os vídeos estarão disponíveis no perfil do Instagram (@eneacoachdaisyvasconcelos) e na página do Facebook (@coachdaisyvasconcelos), muito em breve num canal do YouTube.

Comments System WIDGET PACK