Para começo de conversa

09-03-2020

Durante muitos anos, senti-me sozinha... 

No meu imaginário, apenas eu não conseguia manter a minha melhor forma, apenas eu sentia uma fome insaciável e apenas eu sofria quando me via no espelho ou numa fotografia. Nenhuma outra mulher passava pelas mesmas frustrações, desilusões, desgastes e culpas, somente eu

Esses sentimentos acompanharam-me por muito anos e eu sentia muita falta de conversar com quem vivia da mesma forma que eu. Por muitos anos, senti falta de uma amiga que não fosse a comida e que sentisse o mesmo que eu.

Eu bem que procurei, mas não achei o canal certo. Quem não passa por isso acaba por impor rótulos: fraca, fracassada, sem força de vontade, sem vergonha na cara, desleixada, entre outros! 

Mal sabem que o que mais temos é justamente força de vontade e, justamente por isso, tentamos, e tentamos, e tentamos incessantemente gerir a nossa fome e o nosso corpo. A questão é que não sabemos, de facto, o que se está a passar e temos vergonha de expor a nossa dor. 

Foi justamente a pensar nisso que criei esse canal: conversas com quem deseja emagrecer. Nele estarei a falar sobre questões que fazem parte da realidade de quem sonha com uma nova forma física, mas já não acredita ser capaz de o conseguir. Além disso, pensa estar só, tal como eu pensava. 

Por cá não haverá rótulos nem julgamentos. Serão conversas francas e abertas, nas quais farei o que nunca tive coragem: expor a minha antiga dor e o meu antigo corpo. 

Sê muito bem-vinda! Os teus (Eu posso tratá-la por tu?) comentários e dúvidas alimentarão esse espaço, que não é somente o meu, mas nosso. 

Um abraço fraterno da sua Coach Daisy Vasconcelos

----

Obrigada por teres chegado até aqui, espero que os próximos artigos tamb´me te sejam úteis. Saibas que o teu comentário é muito importante para que eu possa melhorar os conteúdos apresentados.

A divulgação das publicações ajuda o blog a crescer. Caso julgues que este conteúdo é útil, não hesite em partilhar.

Comments System WIDGET PACK