9 dicas para manter a automotivação em alta

29-06-2020

Desperta e alimenta o poder que está dentro de ti! 

Atualizado em 15/09/2020

Desperta e alimenta o poder que está dentro de ti! Sim, é verdade, em todos os processos de desenvolvimento pessoal é importante descobrir o nosso poder e alimentá-lo de tal forma que ficamos a cada dia mais fortalecidas e direccionadas a alcançarmos os nossos objectivos.

No processo de emagrecimento não é diferente. Para que seja saudável e definitivo, é necessário que passemos por um processo transformacional. Caso contrário, ficamos a emagrecer e a engordar (efeito ioiô, em Portugal / efeito sanfona, no Brasil). Contudo, para que a real transformação ocorra, além de uma ajuda especializada, é necessário manter em alta os objectivos e a automotivação, pois, é esta última que faz com que sigamos em frente.

Antes de seguir com as minhas dicas, convido-te a fazer um rápido teste para que possas avaliar a tua automotivação. Pega papel e lápis, e, de seguida, leia as perguntas abaixo e responda com toda a sinceridade:

  • Quantas vezes já emagreceste e, ao atingires o peso desejado, voltaste aos antigos comportamentos?
  • Quantas vezes abandonaste o processo de emagrecimento a meio do caminho?
  • Por quantas segundas-feiras iniciaste uma dieta que foi abandonada no fim-de-semana seguinte?
  • Há quantos anos fazes a matrícula num ginásio/academia em janeiro e abandonas em fevereiro ou março?
  • Quantas roupas em tamanho menor já compraste, a jurar que elas iam caber e ainda não as pode usar?

Se tiveste como respostas números maiores que 3, ou já nem te lembras de um número exacto para, pelo menos, três das cinco perguntas acima penso que estás com a automotivação em baixa. 

A boa notícia é que te posso ajudar! 😉

Os workshops gratuitos que promovo têm sempre ótimas orimtações para que possas manter a tua automotivação em alta. O poder da automotivação no processo de emagrecimento  foi o primeiro workshop online  da série. Ocorreu em julho e foi gratuito

O segundo, Vença os teus sabotadores e seja plena!, aconteceu em agosto. Foi uma jornada de autodescoberta que certamente contribuiu para o encontro do teu ponto de equilíbrio.

Segundo os comentários, ambos foram um sucesso. As declarações falam por mim.

Agora, convido-te a participar do próximo workshop gratuito: Impondo limites a fome emocional. 

Será em breve, no dia 04 de outubro. Nele, contarei com a partiipação mais que especial da nutricionista funcional Joana Branco Morais (www.afamais.pt). O evento será através do Zoom. Mais uma vez estaremos juntas com muita partilha e muito conhecimento, que aludar-te-ão a encontrares a tua melhor forma, com saúde e boa-disposição. As inscrições abrirão em breve e as vagas são limitadas. Fica de olho nas nossas notícias.

Enquanto o workshop não chega, apresento 9 dicas poderosas para que não percas o ânimo.

1. Assuma um compromisso

A tua motivação para o emagrecimento sofrerá se não estiveres comprometida. Assumir um compromisso público ajudará a responsabilizá-la e a aumentar a automotivação.

2. Perceba o teu ritmo

O processo de perda de peso é uma jornada de transformação do estilo de vida. Isso não acontece numa semana...

Existe um processo a ser respeitado e isto leva o seu tempo. Não perca a esperança! Lembra-te: não ganhaste todo o peso extra em poucos dias ou poucas semanas.

3. Mantenha o foco no processo

O que quero dizer é: foco na jornada, e não apenas no objetivo final.

Se desejas eliminar 15kg no total, o foco nesse número motivar-te-á inicialmente, mas isso poderá causar uma quebra na motivação umas semanas mais tarde, devido a uma sobrecarga no tempo.

Em vez disso, concentra-te em metas mensais, por exemplo.

4. Não suba na balança diariamente

Este é um enorme NÃO. Esqueça a balança e foca nas tuas ações e comportamentos. Há pessoas que sobem na balança diariamente e, garanto-te, essa é uma das maneiras mais rápidas de perderes a motivação. Já vi um caso em que a pessoa perdeu a motivação por pesar-se após cada refeição. Como é óbvio, nos momentos em que não emagrecia perdia a motivação. Um verdadeiro looping de emoções!

Lembra-te, a perda de peso saudável é gradual.

5. Não foque 100% na balança

A escala é apenas uma maneira de acompanhar a progressão e, mesmo assim, considerações especiais devem ser dadas. Podes ter subido na balança há duas semanas e perdido 2kg, mas nesta semana podes não ter eliminado nada, mas reduziste medidas, por exemplo.

Se transformaste gordura em músculo, isso acontecerá, de certeza. Portanto, não vale perderes a motivação! Afinal, isto é uma coisa boa, pois, significa que estás eliminando gordura e desenvolvendo músculos, e construir músculos significa tonificar.

6. Celebra e mima-te

Quando atingires uma meta, comemora! Compartilha o teu sucesso com as pessoas queridas, ou na tua rede social. O que importa é que comemores!

Ser feliz e celebrar a tua conquista aumenta a tua automotivação.

7. Fotografa e documenta o teu progresso

O teu corpo mudará conforme os teus hábitos mudam. Tira uma foto no início e faça uma nova foto a cada 30 dias. Ver o teu progresso ajudará a manter-te motivada.

8. Tenha um/a mentor/a

Ter um/a mentor/a especializado/a ajudará a que desenvolvas e mantenhas a tua automotivação. Num processo transformacional, é natural e mais eficaz que busques ajuda especializada. Ter alguém que a conduzir-te nesta transformação, a inspirar-te e que acredita em ti também aumentará imenso a tua automotivação.

Se chegaste até este artigo, é porque já tomaste a decisão de emagrecer! Muitos parabéns! O primeiro passo foi dado - a conscientização -, agora é seguir adiante, sem perder o foco. Estabeleça um objectivo, trace o teu plano de acção, e busque apoio especializado, é sempre útil. Neste artigo apresentei 8 dicas para não perderes a automotivação, siga-as e sentirás a diferença ao fim de uns meses.

Bom trabalho!

------

Impondo limites a fome emocional é o meu próximo workshop gratuito. Será já no domingo, 04 de outubro. As incrições abrirão em breve. É online, através do Zoom. Estaremos juntas numa jornada de autodescoberta que certamente levar-te-á a encontrares o teu ponto de equilíbrio. 

----

Muito obrigada por teres chegado até aqui. As informações deste artigo te foram úteis? Se julgares que este conteúdo será útil a mais alguém, partilha. Vamos formar uma corrente do bem.

Logo abaixo tem um espaço para os comentários. Todos são muito bem-vindos e importantes para que eu possa melhorar os conteúdos apresentados. Espero poder ler o teu. 😉.

Comments System WIDGET PACK