6 passos para alcançares o sucesso

18-05-2020

Passo a passo para que o desânimo não destrua os teus objectivos.

Actualizado em 14/04/2021

Um dos hábitos que adquiri na fase inicial do meu emagrecimento foi seguir grupos de apoio em redes sociais. Na verdade, faço isso desde que decidimos (eu e o meu marido) vir morar em Portugal. Quando cheguei a Portugal os grupos de apoio ajudaram-me a conhecer alguns detalhes burocráticos que foram essenciais na minha fase inicial no país.

E, justamente por acreditar na força dos grupos, criei os grupos de emagrecimento «Conversas com quem deseja emagrecer», «Power On - Empodera-te!», e mais recentemente um grupo excusivo no WhatsApp - «EESDaisy Vasconcelos». Para criá-los, usei a minha experiência docente e o meu conhecimento sobre obesidade, emagrecimento e mentalidade. O que esses grupos tem de especial? Uma mediação e o objectivo em dar voz e vez a todas as participantes. Se ainda não estás inscrita, clique aqui.

Mas, voltando aos grupos de emagrecimento das redes sociais.... Confesso que não aprendi muito sobre emagrecimento (Na minha opinião falta uma mediação e é um salve-se quem puder!), mas aprendi muito sobre pessoas, objectivos e motivação ou a falta dela. Tanto que continuo a seguir grupos e a ajudar a quem posso. 

Uma das coisas que mais chamam a minha atenção até hoje é a quantidade de mulheres que esperam encontrar uma fórmula mágica, ou espelham-se em outras, ou que querem emagrecer num mês o que levaram anos para engordar.

Foi justamente a pensar nisso que decidi escrever o artigo de hoje. Nele estão contidos os seis passos que uso para o meu desenvolvimento pessoal, incluindo a perda de peso. Penso que, com os devidos ajustes poderão ajudar-te tanto na questão do emagrecimento, quanto em outras esferas da tua vida.

Usa estas etapas como uma estrutura para conduzir as alterações que desejas. Agarra os princípios e experimenta com eles. Ajuste-os, uma, duas ou mais vezes, ou substitua-os conforme for necessário. É a tua vida e somente tu tens o poder de modificá-la.

1. Começa por (re)conectar-te ao teu objectivo

Viva a tua vida do jeito que desejas ser lembrada. O objectivo da tua vida deve ser o guia das tuas resoluções. Quando tens a clareza sobre o teu "por quê", é mais fácil encontrares a motivação e manteres os teus objectivos.

Muitas vezes tomamos a vida como garantida. A (falsa) crença de que viveremos para sempre é o motivo pelo qual desperdiçamos o nosso tempo ou adiamos a mudança que "desejamos". O melhor exemplo disso são as dietas (ou a matrícula no ginásio) que iniciar-se-ão um dia: na Segunda-Feira, após o Natal, após o teu aniversário, quando tiveres o emprego dos sonhos...

Quando aceitas que a vida é incerta, é mais fácil te concentrares no que realmente importa e deixas de adiar o que queres fazer.

2. Adopta uma mente de aprendizado

Quem nunca decidiu emagrecer como resolução de ano novo que atire a primeira pedra! Estas resoluções estão cheias de incertezas. Sabemos o que queremos, mas nem sempre estamos dispostas a pagar o preço do aprendizado e esperar o tempo natural da aprendizagem.

Sim, eu penso que o emagrecimento também é resultado de uma aprendizagem!

Aprender uma nova forma de alimentação ou como utilizar bem os ingredientes para cozinhar é divertido no começo. O progresso inicial deixa-nos empolgadas. Mas, quanto mais aprendemos, mais percebemos o quão pouco sabemos e o quanto ainda teremos que caminhar. E isso pode ser assustador.

Uma das razões pelas quais as pessoas desistem é que elas comparam as suas habilidades de iniciantes com àquelas que já dominaram o assunto.

Adoptar uma mentalidade ignorante pode ser libertador: ao invés de preocupar-te com o que não sabes ou ainda não conseguiste, pense em ti como uma tela em branco. Celebra cada pincelada como progresso, sem ficares obcecada com a aparência da arte final.

3. Faça escolhas e prioriza

Quem tudo quer, perde-se na caminhada. Podemos ter tudo o que desejamos, mas tudo leva o seu tempo. Portanto, ter muitos objectivos em simultãneo pode ser tão prejudicial quanto não ter nenhum.

Estabeleça uma meta e persiga-a com toda a tua garra. Para alcançarmos o corpo que nos agrade é necessário foco e determinação. Se decides emagrecer e mudar de carreira, por exemplo, pode ser que em algum momento não te dediques o suficiente na perda de peso. Cria a tua lista de resoluções, em seguida defina as tuas prioridades. Focar o que realmente importa aumentará as tuas chances de dedicação e, consequentemente, sucesso.

4. Divida os teus grandes objectivos em obcjetivos menores

«Reduza» os teus objectivos sem diminuíres a tua ambição.

Quando estabelecemos objectivos muito elevados e não os dividimos certamente ficaremos frustradas.

Como disse no início do artigo, diariamente eu leio alguma publicação na qual uma pessoa reclama por ter emagrecido "só" 5 Kg em dez dias, por exemplo. Por que ela não consegue comemorar os 5 quilos? Porque ela estabeleceu que tem que emagrecer 30 kg!!!! Não tem mal algum e ter estabelecido esse objectivo, porém faltou a ela definir o tempo e os objectivos menores. Se ela tivesse definido emagrecer 30 Kg em seis meses, seriam 5 Kg por mês. Então, 5 kg em dez dias é uma vitória imensa!

Percebes que a questão aqui é a maneira de definir objectivos? O foco dessa pessoa está no fim da caminhada e ela não consegue admirar o caminho.

Eu passei por isso no primeiro mês. Depois parei para avaliar todas as condições e os meus objectivos. Agora comemoro até meio quilo, pois, sei que não estou a falhar no meu percurso.

5. Acompanha o progresso e ajusta a trajetória

Como mencionei anteriormente, se não consegues acompanhar a tua meta, não sabes se estás a avançar. Querer perder peso é muito vago. Comprometer-te a perderes 10 quilos em 2 meses é específico, porém nem sempre é possível. Assim sendo. podes dividir esse objectivo em pedaços menores e definir metas semanais. Experimenta, verás que o caminho fica mais leve.

Sê compassiva contigo mesma. Isso não afetará o teu compromisso. Se numa semana não atingires o teu objectivo, adiciona um esforço extra para a semana seguinte, mas não desista. Flexibilidade não significa enganar a ti mesma. Contudo, ser muito dura pode prejudicar a tua disposição para continuares. Muitas pessoas desistem porque confundem uma pequena falha com a impossibilidade em alcançar o objectivo maior.

Ser flexível também se aplica a não deixar os teus objectivos cegarem-te.

6. O dia ideal para iniciares algo é hoje

Não precisas esperar a Segunda-Feira para iniciar uma dieta. Ou em Janeiro, para iniciar novos projectos ou resoluções para melhorar a tua vida.

Todo o dia é o dia perfeito para iniciares algo. Quanto mais cedo começares, maiores serão as tuas chances de sucesso.

A neurociência já demonstrou que os nossos sentimentos decidem por nós 95% das vezes. Sabias disso? Pois... somos seres emocionais! Sentimos antes de pensarmos. É importante saber que o teu pensamento, leva a uma emoção/sentimento, que, por sua vez, leva a uma ação, que gera um resultado.

Um exemplo: Penso que preciso emagrecer, mas não acredito ser possível, pois já tenho mais de 50 anos. Com esse pensamento, tenho um sentimento de impotência. Diante dessa emoção eu vou conseguir seguir um plano alimentar? Sabemos a resposta: NÃO. Então, ao não seguir o plano (os meus estavam guardados numa gaveta😉) qual será o resultado? Continuar com o mesmo peso de antes.

Portanto, não esperes até Janeiro. A hora é agora!

Neste artigo apresentei-te os seis passos que sigo na busca do corpo que me agrada. Proponho que não percas os teus objectivos de vista, mantenhas-te sempre pronta ao aprendizado, faças as tuas escolhas e prioriza o que, de facto, deve estar em primeiro lugar. Nunca te esqueças de dividir o objectivo principal em objectivos menores e comemora cada vitória. A meio do caminho avalia a trajectória e, se for necessário, faça os devidos ajustes. Lembra-te que a caminhada é tão importante quanto a chegada. E, o mais importante: o dia de começares algo é HOJE!

-----

Obrigada por teres chegado até aqui. O teu comentário é muito importante para que eu possa melhorar os conteúdos apresentados.

A divulgação das publicações ajuda o blogue a crescer. Se julgares que este conteúdo será útil a alguém, partilha. Vamos formar uma corrente do bem. 

------

Em 2020 iniciei o meu projecto "Conversas com quem deseja emagrecer". Um grupo de apoio online, no qual são abordados e discutidos em grupo temas referentes ao comportamento da nossa mente frente ao processo de emagrecimento. Além disso, serão fornecidas ferramentas que ajudar-te-ão a driblar a fome emocional. O próximo grupo terá início em Maio. Faça já a tua inscrição, pois as vagas são limitadas. Para reservas basta clicares aqui.

Comments System WIDGET PACK